2016-05-17 - Três Lagoas - MS

Fibria

Veolia e Fibria fecham contrato para fornecimento de plantas em projeto de expansão da fábrica localizada em Três Lagoas (MS).

Veolia construirá três unidades para produção de água desmineralizada, tratamento de água bruta e tratamento de efluentes da nova linha de produção de celulose da fábrica da Fibria, localizada em Três Lagoas (MS)

A Fibria é uma empresa brasileira de base florestal e líder mundial na produção de celulose de eucalipto. O contrato EPC (engineering, procurement and construction) assinado com a Veolia é para o projeto Horizonte 2, que envolve a construção, na Unidade de Três Lagoas, de uma segunda linha de produção com capacidade de celulose anual de 1,75 milhão de toneladas. Após a expansão, prevista para entrar em operação no quarto trimestre de 2017, a unidade do Mato Grosso do Sul atingirá capacidade de produção anual total de 3,05 milhões de toneladas de celulose. Como resultado, a capacidade total da Fibria de produção de celulose, considerando-se todas as suas unidades, vai aumentar das atuais 5,3 milhões de toneladas/ano para mais de 7 milhões de toneladas/ ano. O investimento da Fibria na ampliação de Três Lagoas é equivalente a cerca de US$ 2,5 bilhões.

A Veolia vai projetar e construir as três unidades de tratamento utilizando seus processos patenteados. A primeira unidade usará osmose reversa para produção de água desmineralizada, unidade para polimento de condensado e unidade para produção de água de selagem para produzir 16.600 m3/d de água desmineralizada para caldeiras. A segunda unidade contará com o processo de clarificação Actiflo® de alta taxa combinado com filtros TGV para tratar 185.000 m3/d de água bruta antes de ser utilizada no processo de produção de celulose. Finalmente, os efluentes da fábrica de celulose vão para uma terceira unidade, na qual o processo AnoxKaldnes™ BAS™ (MBBR + lodo ativado) tratará 166.000 m3/d de águas residuais. Esta última unidade será projetada com supervisão da unidade de negócios da Veolia, a Aquaflow-FinIândia, que é especializada em tratamento de efluentes para indústrias de papel e celulose.

A estação de tratamento de efluentes foi desenvolvida em conformidade com as normas ambientais e os mais rigorosos padrões de tratamento, atendendo aos níveis exigentes de qualidade impostos pelo estado do Mato Grosso do Sul, o que garante que a água descartada atende aos mais altos níveis de qualidade. Todas as unidades de tratamento de água serão equipadas com processos conhecidos por fornecer alta eficiência, reduzida construção civil e a robustez/confiabilidade necessárias.

A inauguração das três unidades de tratamento está prevista para o quarto trimestre de 2017.

Agradecimentos especiais: Angela Helene, Elcio Pinto, Fabiano Guittis, Jim Brown, Lucia Asada, Marcelo Ferreira, Reginaldo Donnamaria e equipe, Rubens Perez, Ruddi de Souza, Selma Rezende e Sidnei Curi.

Share