O verdadeiro custo da água

Se entendermos o seu valor, gerenciaremos melhor.

A Veolia desenvolveu a ferramenta "O verdadeiro custo da água", que combina cálculos tradicionais de CAPEX e OPEX e análise dos riscos relacionados à água e suas implicações financeiras.

O verdadeiro custo da água

Nas próximas décadas, os níveis projetados de crescimento populacional e econômico irão, localmente, pressionar os recursos aquáticos até seu limite. A disponibilidade de água fresca se tornaria o principal fator limitador de crescimento para cidades e indústrias.

O desenvolvimento de indicadores de pegada hídrica, como o Índice de impacto de água, criado pela Veolia, tem fornecido insights sobre a vulnerabilidade de uma atividade em relação ao gerenciamento dos recursos aquáticos. No atual contexto econômico, os responsáveis pela tomada de decisão estão buscando uma métrica ainda mais pragmática e direta: dólares.

A ferramenta "O verdadeiro custo da água" leva em conta:

  • Custos diretos da água: Despesas Capex e Opex das infraestruturas de água;
  • Custos indiretos da água: custos existentes que geralmente não são atribuídos à água, por exemplo, custos jurídicos relacionados à água;
  • Implicações financeiras dos riscos da água: custos incorridos durante o ciclo de vida de uma estação e que não foram previstos.

Esses elementos são organizados em quatro categorias: operacional (como escassez de água), financeira (como aumento no custo de capital), regulatória (como obrigações de atender a normas ecológicas) e reputacionais (como perda temporária da licença para operar).

Share